GlobalSign Blog

O que é a Internet das Coisas: Definição e exemplos de como ela é utilizada

O que é a Internet das Coisas: Definição e exemplos de como ela é utilizada

Amazon Echo, Google Home, carros autônomos e drones – todos são aplicativos da Internet das Coisas (IoT) usados frequentemente. De acordo com a Statistica, estima-se que a quantidade de dispositivos da IoT praticamente triplicará de 9,7 bilhões em 2020 para mais de 29 bilhões em 2030. Esse crescimento do mercado indica que a tecnologia da IoT está se tornando cada vez mais popular e adotada entre diferentes setores. 

Sendo assim, o que é exatamente a Internet das Coisas e como ela funciona? Neste artigo, falaremos mais sobre a IoT, apresentaremos definições e exemplos, e discutiremos a importância da segurança da Internet das Coisas. 

O que é a Internet das Coisas? 

A Internet das Coisas (IoT) é a rede de objetos conectados à Internet – dispositivos físicos, veículos, eletrodomésticos e outros itens incorporados com dispositivos eletrônicos e software que permitem que esses objetos coletem e troquem dados. A IoT está conectando pessoas e empresas em todos os lugares, permitindo que elas interajam com objetos do cotidiano de maneira mais inteligente. 

Uma breve história da IoT 

A Internet das Coisas não é um conceito novo. Em 1982, uma máquina de Coca-Cola modificada na Carnegie Mellon University tornou-se o primeiro aparelho conectado à Internet. Depois disso, uma série de dispositivos habilitados para Internet continuam até hoje, incluindo geladeiras conectadas à Internet e itens de computação vestível, como o Google Glass. 

Com essa explosão de avanços tecnológicos, a IoT tornou-se um dos principais focos de pesquisa e desenvolvimento.

Qual é o futuro da IoT? 

A Internet das Coisas tem o potencial de revolucionar a forma como interagimos com objetos do cotidiano, entre eles: aplicativos de saúde, carros conectados e casas inteligentes. A IoT oferece novas formas de coletar dados e tomar decisões, proporcionando maior praticidade e produtividade. 

Conforme a tecnologia evolui, espera-se que mais objetos conectados à Internet tornem-se comuns em nossas vidas. No entanto, a segurança da IoT é uma preocupação crescente. 

Segurança da Internet das Coisas 

Embora a tecnologia da Internet das Coisas (IoT) ofereça inúmeros benefícios, ela também representa um risco em termos de segurança e privacidade. À medida que os dispositivos habilitados para Internet ficam mais comuns e difundidos, a necessidade de fortes medidas de segurança da Internet das Coisas torna-se cada vez mais importante. 

É importante garantir que  os dispositivos conectados à Internet sejam seguros e todos os dados coletados estejam protegidos contra agentes mal-intencionados. Embora estejam sendo tomadas medidas para introduzir legislação e criar um padrão para dispositivos conectados à IoT para torná-los mais resilientes ao cibercrime, as empresas devem fazer uso de criptografia, autenticação e outras práticas recomendadas de segurança cibernética para proteger objetos conectados à Internet. Além disso, as empresas podem implantar ferramentas de teste de penetração de segurança da Internet das Coisas para identificar possíveis vulnerabilidades em seus sistemas. 

13 tipos de aplicativos da IoT 

A Internet das Coisas é empregada em diversos aspectos da vida cotidiana, desde saúde até cidades inteligentes. Eis alguns aspectos mais comuns: 

1. Casas inteligentes 

As residências estão se tornando cada vez mais automatizadas e conectadas com eletrodomésticos, iluminação, sistemas de segurança e muito mais.

2. Cidade inteligente  

As cidades inteligentes estão usando sistemas conectados à Internet para melhorar a segurança pública, reduzir o consumo de energia e otimizar o fluxo de tráfego. 

3. Carros autônomos  

Os carros autônomos estão usando sensores e câmeras conectados à Internet para percorrer os arredores. 

4. Lojas de varejo da IoT  

As lojas de varejo estão usando dispositivos conectados à Internet para monitorar o comportamento do cliente e otimizar as operações.

5. Agricultura

Os agricultores estão usando sensores habilitados para Internet e análise de dados para melhorar o rendimento das colheitas e monitorar a saúde animal. 

6. Itens vestíveis  

Os itens vestíveis estão ganhando popularidade conforme os monitores de exercícios, smartwatches e dispositivos de realidade aumentada popularizam-se. Os itens vestíveis coletam dados sobre a saúde e as atividades de um usuário para fornecer mais informações sobre seu bem-estar. 

7. Redes Inteligentes 

Redes inteligentes são redes elétricas conectadas à Internet que possibilitam a gestão de energia mais eficiente, permitindo que as concessionárias monitorem e controlem seu próprio consumo de eletricidade. 

8. Internet das Coisas Industrial 

A Internet das Coisas Industrial corresponde ao emprego de sensores, máquinas e indivíduos conectados à Internet para coletar dados na manufatura, produção de petróleo e gás, transporte e outros setores. 

9. Telessaúde  

Telessaúde corresponde ao uso de tecnologia habilitada para Internet para monitorar pacientes à distância. Os médicos podem até usar dispositivos conectados à Internet para se comunicar com seus pacientes e monitorar sua saúde remotamente. 

10. Educação on-line 

A educação on-line está se popularizando, pois laptops, tablets e outros dispositivos conectados à Internet permitem que os alunos acessem os materiais do curso de qualquer lugar do mundo. 

11. Gestão inteligente da cadeia de suprimentos 

A gestão inteligente da cadeia de suprimentos corresponde ao uso de sistemas conectados à Internet para rastrear e gerenciar o fluxo de mercadorias dos fornecedores aos clientes. 

12. Gerenciamento de tráfego 

Os sistemas de gerenciamento de tráfego usam sensores e câmeras conectados à Internet para coletar dados sobre o fluxo de tráfego, ajudando as cidades a gerenciar seus sistemas de trânsito com mais eficiência. 

13. Gestão de água  

Sensores conectados à Internet podem ser usados para monitorar e controlar o uso da água, ajudando as cidades a economizar recursos.

Proteja seus dispositivos da IoT com a GlobalSign

Na GlobalSign, entendemos a importância de proteger os dispositivos conectados à IoT. Nós  oferecemos inúmeros serviços para ajudar as empresas a proteger seus dispositivos e dados conectados à Internet contra agentes mal-intencionados, incluindo  certificados de segurança da IoT, integração com o Hub IoT do MS Azure e muito mais. 

Nossos especialistas em IoT fornecem às empresas as ferramentas e o conhecimento necessários para proteger objetos conectados à Internet e garantir a segurança de seus dados. Solicite uma consultoria sobre IoT hoje mesmo para saber mais sobre como podemos ajudá-lo a proteger seus dispositivos IoT. 

Solicite uma demonstração gratuita

Share this Post

Recent Blogs